(IN)FORMAR COM TIC

23 mai 2008

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Violência doméstica é a violência, explícita ou velada, praticada dentro de casa, usualmente entre parentes (marido e mulher). Inclui diversas práticas, como a violência e o abuso sexual contra as crianças, violência contra a mulher, maus-tratos contra idosos, e a violência sexual contra o parceiro.

Pode ser dividida em violência física — quando envolve agressão directa, contra pessoas queridas do agredido ou destruição de objectos e pertences do mesmo; violência psicológica — quando envolve agressão verbal, ameaça, gestos e posturas agressivas; e violência socio-económica, quando envolve o controle da vida social da vítima ou de seus recursos económicos. Também alguns consideram violência doméstica o abandono e a negligência quanto a crianças, parceiros ou idosos.

Estatisticamente a violência contra a mulher é muito maior do que a contra o homem. Em geral os homens que batem nas mulheres o fazem entre quatro paredes, para que não sejam vistos por parentes, amigos, familiares e colegas do trabalho. A maioria dos casos de violência doméstica são classes financeiras mais baixas, a classe média e a alta também tem casos, mas as mulheres denunciam menos por vergonha e medo de se exporem e a sua família.

A violência praticada contra o homem, embora não comum, existe. Pode ter como agente tanto a própria mulher quanto parentes ou amigos, convencidos a espancar ou humilhar o companheiro. Também existem casos em que o homem apanhado de surpresa, por exemplo, enquanto dorme.

Trabalho elaborado por:

Ana Catarina

Ana Cláudia

Soraia Fortunato

Bibliografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Viol%C3%AAncia_dom%C3%A9stica 

Posté par CerdeiraAP à 10:18 - - Commentaires [0] - Permalien [#]


Por que os peixes morrem de barriga para cima?

A grande maioria dos peixes possui um órgão chamado bexiga-natatória, que é um a bolsa de ar que ele infla ou murcha, respectivamente para subir ou descer, nas diferentes pressões do ambiente aquático em que vive.

Quando o peixe morre, esta bexiga-natatória fica com um pouco de ar, e como este órgão se localiza na barriga, faz com que o peixe fique virado.

Onde ficam as moscas de noite? 

Dependendo da mosca pode-se dizer que algumas moscas tem um período de vida muito curto, de apenas 24 horas.
A maioria das moscas que conhecemos é de hábitos diurnos.
Portanto, nascem de madrugada, reproduzem-se de dia e morrem na madrugada seguinte.
Outras moscas já tem um ciclo mais longo de vida, mas a maioria tem hábitos diurnos e à noite, procuram frestas para se abrigarem, saindo quando o dia clareia.


Por que o papagaio imita o que nós falamos e os outros animais não?

A capacidade de falar está associada ao formato da língua.
Todos os animais que possuem língua redonda são capazes de emitir sons bem articulados, como a fala no ser humano.
Se o animal tem capacidade mental para conseguir imitar a fala humana e tiver a língua redonda, como a nossa, imitará a fala.
O papagaio, o periquito, a maritaca, a catatua, são pássaros que possuem língua redonda, por isso conseguem imitar nossa fala.

As formigas dormem?

As formigas trabalham numa espécie de "turno", onde há troca de formigas para realizar as tarefas do formigueiro. As formigas não dormem propriamente, mas seu metabolismo baixa, e por isso elas ficam num estado de sono.



Como os pirilampos acendem as luzinhas?


A luz é produzida pela oxidação de uma substância química chamada luciferina na presença de uma enzima chamada luciferase.

A cor e o ritmo da luz variam de acordo com a espécie.
O animal pode controlar a produção, a duração e a intermitência (quantas vezes acende e apaga) da luz.
A luminescência é um aviso aos inimigos para que se afastem.
Nos adultos, também tem a função de atrair a fêmea para o acasalamento.

Bibliografia

http://amagiadeaprender.blogspot.com/2007/10/roda-de-cincias-curiosidade.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Vaga-lume

Grupo 12

Cristiana

Sílvia

Posté par CerdeiraAP à 10:16 - - Commentaires [0] - Permalien [#]

02 mai 2008

Amizade

Amizade é um relacionamento humano que envolve o conhecimento mútuo e a afeição, além da lealdade ao ponto do desinteresse. Provavelmente os interesses dos amigos são parecidos, e demonstram, entre si, um entendimento de cooperação

Geralmente a amizade leva a um sentimento de lealdade entre si, ao ponto de colocarem os interesses do outro à frente de seu próprio interesse. Amizade resume-se em lealdade, confiança e amor, seja fraterno ou mais profundo e como Carl Rogers diz: "é a aceitação de cada um como realmente ele é".

Os amigos evitam ser sufocantes ao outro para que haja respeito nos direitos do outro e sufocá-lo com exigências corre-se o risco de perdê-lo.

A amizade pode ter como origem, um instinto de sobrevivência da espécie, e uma necessidade de proteger e ser protegido por outros seres da espécie. Faz parte da amizade, não exacerbar os defeitos do outro e dividir os bons e maus momentos.

Alguns amigos se denominam "melhores amigos". Os melhores amigos muitas vezes se conhecem mais que os próprios familiares e cônjuges. Funcionam quase que como um "confessionário". Para atingir esse grau de amizade, muita confiança e fidelidade são depositadas.

Os amigos se sentem atraídos pelos outros pela forma que eles são e não pelo que eles possuem. As verdadeiras amizades tudo suportam, tudo esperam, tudo crêem e tudo perdoam pelo simples fato de existir entre eles o verdadeiro amor, também conhecido como amor philéo = amor de amigos.

Por muito que se possa explicar psicologicamente sobre a amizade e por muito que falem dela como um objecto científico e a estudem, a amizade é um sentimento que se deve preservar a todo o custo.

Em caso de perda da amizade sugere-se a reconciliação e o perdão.

Bibliografia:

Www.wikipedia.com

                                                                 Grupo 8:                                                        

                                                                                                    Ana Isabel nº3

                                                         Ana Patrícia nº4

                                                                                                    Lília Cardoso nº9    

Posté par CerdeiraAP à 12:44 - - Commentaires [0] - Permalien [#]

O dia do trabalhador

O Dia do Trabalhador é celebrado anualmente no dia 1 de Maio em numerosos países do mundo, sendo feriado no Brasil, Portugal assim como em muitos outros países. No Brasil também chamado Dia do Trabalhador.

História
Em 1886 realizou-se uma manifestação de trabalhadores nas ruas de Chicago nos Estados Unidos da América. Essa manifestação tinha como finalidade reivindicar a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias e teve a participação de milhares de pessoas. Nesse dia teve início uma greve geral nos EUA. No dia 3 de Maio houve um pequeno levantamento que acabou com uma escaramuça com a polícia e com a morte de alguns manifestantes. No dia seguinte, 4 de Maio, uma nova manifestação foi organizada como protesto pelos acontecimentos dos dias anteriores, tendo terminado com o lançamento de uma bomba por desconhecidos para o meio dos policiais que começavam a dispersar os manifestantes, matando sete agentes. A polícia abriu então fogo sobre a multidão, matando doze pessoas e ferindo dezenas. Estes acontecimentos passaram a ser conhecidos como a Revolta de Haymarket.
Três anos mais tarde, a 20 de Junho de 1889, a segunda Internacional Socialista reunida em Paris decidiu por proposta de Raymond Lavigne convocar anualmente uma manifestação com o objectivo de lutar pelas 8 horas de trabalho diário. A data escolhida foi o 1º de Maio, como homenagem às lutas sindicais de Chicago. Em 1 de Maio de 1891 uma manifestação no norte de França é dispersada pela polícia resultando na morte de dez manifestantes. Esse novo drama serve para reforçar o dia como um dia de luta dos trabalhadores e meses depois a Internacional Socialista de Bruxelas proclama esse dia como dia internacional de reivindicação de condições laborais.
A 23 de Abril de 1919 o senado francês ratifica o dia de 8 horas e proclama o dia 1 de Maio desse ano dia feriado. Em 1920 a Rússia adota o 1º de Maio como feriado nacional, e este exemplo é seguido por muitos outros países. Apesar de até hoje os estadunidenses se negarem a reconhecer essa data como sendo o Dia do Trabalhador, em 1890 a luta dos trabalhadores estadunidenses conseguiram que o Congresso aprovasse que a jornada de trabalho fosse reduzida de 16 para 8 horas diárias.


Grupo 07:
Ana Catarina Nº1
Ana Cláudia Nº2
Soraia Fortunato Nº13

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_do_Trabalhador

Posté par CerdeiraAP à 12:40 - Commentaires [0] - Permalien [#]

clip_image001

Riquexó

Um riquexó é um carro, aberto ou fechado, de duas rodas com duas varas laterais que se prologuem para a frente. Os passageiros sentam-se numa cadeira atrás do condutor que puxa o riquexó para que este ande. Era um meio de transporte muito utilizado no passado no Oriente. Hoje em dia a técnica de conduzir um riquexó é diferente, em vez de o homem ir em pé e puxar o veículo para que este ande, tem montados uns pedais através dos quais faz movimentar o riquexó. São utilizados actualmente sobretudo para turismo.

O riquexó, com mais de uma década de existência, foi utilizado como um dos principais meios de transporte em Macau, mas, mediante a evolução da nova era, este transporte de pedal foi sendo substituído pelos veículos modernos. Presentemente, os turistas utilizam este transporte típico na visita aos locais históricos de Macau.

Sendo um dos transportes característicos de Macau, o riquexó movido a pedal, é do agrado dos turistas quando estes se deslocam aos principais pontos turísticos de Macau. Face a esta realidade, a DST realizou propositadamente trabalhos de reparação e recuperação dos riquexós, no sentido de implantar uma nova imagem para os 60 condutores, distribuindo-lhes uniformes de cor atraente (verde), e chapéu de palha característico. Pretende-se preservar, da melhor forma, este transporte tradicional, pelo que, serão colocados tapetes nos 60 riquexós, onde constará o mote “Bem-vindo”, e os riquexós serão frequentemente reparados, para poderem prestar melhores funções de transporte e de visita.

Bibliografia:

Http://pt.wikipedia.org/wiki/riquex%C3%B3

Http://img78.photobucket.com/albums/v294/adtempus/Tuk_tuk.jpg

Http://www.macautourism.gov.mo/pt/emagazine/pressdetail/php?lan=pt&id=650

Trabalho elaborado por:

Elisabete Baltazar

Joana Firme

Vanessa Vicente

8º B

Grupo 09

Posté par CerdeiraAP à 12:35 - - Commentaires [0] - Permalien [#]


TODOS DIFERENTES TODOS IGUAIS.

Racismo, como nasceu? 

O racismo surge na Cultura Ocidental, ligado a certas concepções sobre a Natureza Humana que fundamentaram a sua descriminação, tendo em vista a exploração de certos povos.

Racismo, o que é?

Crença segundo a qual as capacidades humanas são determinadas pela raça ou grupo étnico, muitas vezes expressa na forma de uma afirmação de superioridade de uma raça ou grupo sobre os outros. Pode manifestar-se como discriminação, violência ou abuso verbal.

MAS AFINAL O QUE É O RACISMO?

A cor é apenas o sinal mais evidente da diferença, porque o nosso racismo na verdade é contra aquele que não é como nós – preto, branco, mais alto, mais baixo, que cospe na rua ou usa o boné virado ao contrário. O nosso racismo, que se faz sentir de maneiras mais ou menos subtis, nasce do nosso medo do desconhecido. E a única forma verdadeira de o vencer é dar o desconhecido a conhecer.'

POR ISSO CONCLUIMOS QUE DE ALGUM MODO

SOMOS TODOS RACISTAS…

Diferença entre racismo e preconceito 

O preconceito pode significar o desprezo por alguém antes mesmo de saber o que quer que seja sobre ele, mas sem ter, necessariamente, o poder de influenciar a sua vida negativamente. Quanto ao racismo, está relacionado com o funcionamento de toda uma sociedade e inclui o poder de pôr os preconceitos racistas em acção. A maioria tem poder sobre a minoria e pode, intencionalmente ou não, praticar actos racistas. Assim, o racismo implica ter o poder para discriminar e prejudicar as pessoas
sob pretexto de serem diferentes.'

BIBLIOGRAFIA:

Confrontos.no.sapo.pt/page7.html

Www.minerva.uevora.pt/publicar/racismo/racista _eu.htm

                                    

Trabalho de:

Cátia Costa nº5

Sandrina Miguel nº11

Tania Nogueira nº14

Posté par CerdeiraAP à 12:31 - - Commentaires [0] - Permalien [#]

O PORQUÊ DO COMA ALCÓOLICO!

“Os jovens, entre os quais cada vez mais raparigas, bebem para se divertir. Consomem bebidas cada vez mais alcoólicas, de efeito rápido, o que as torna mais perigosas. Passar do estado de normalidade para o da alienação total dura poucos minutos. Dar o passo seguinte — para o coma, o acidente de automóvel ou a loucura — é tão rápido, que é preciso estar muito atento à evolução do estado do alcoólico para poder evitar situações piores”.

O Etanol (álcool presente nas bebidas fermentadas e destiladas, como o vinho, uísque...) é absorvido rapidamente no estômago e no intestino delgado, seguindo para o fígado, único tecido que metaboliza o álcool.
O álcool é transformado em Acido Acético (o mesmo ácido do vinagre), importantíssimo para o metabolismo humano na produção de energia. Quando se bebe demais o fígado concentra quantias elevadas de ácido acético, o que pode causar um desconforto na região hepática(do fígado). Essa elevada concentração de ácido acético impede o fígado de liberar glicose no sangue, causando hipoglicemia. Taxas muito baixas de glicose no sangue faz o cérebro provocar o desmaio, pois a glicose é a ÚNICA fonte de energia que o cérebro consome.

      Dose                                              Efeito do etanol                                          

40                                                                                                               início da embriaguez ou do estado de euforia

      150                                                intoxicação grave

      

     300                                                coma alcoólico

      

    500                                                morte por insuficiência respiratória

Bibliografia

http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=54050.0

http://www.ufrrj.br/institutos/it/de/acidentes/etanol2.htm

http://www.srsdocs.com/parcerias/revista_imprensa/jornal_madeira/2004/jm_2004_11_15_03.htm

Grupo

Cristiana

Sílvia

Posté par CerdeiraAP à 12:30 - - Commentaires [0] - Permalien [#]

A Europa

A Europa é a parte ocidental do supercontinente euroasiático. Embora geograficamente seja considerada uma península da Eurásia, os povos da Europa têm características culturais e uma história específicas, o que justifica que o território europeu seja geralmente considerado como um continente. A parte continental é limitada a Norte pelo Oceano Glacial Árctico, a oeste pelo Oceano Atlântico, a sul pelo Mar Mediterrâneo, pelo Mar Negro, pelas montanhas do Cáucaso e pelo Mar Cáspio, e a Leste, onde a delimitação é mais artificial, pelos Montes Urais e pelo Rio Ural. A Europa inclui também as Ilhas Britânicas, a Islândia e várias ilhas e arquipélagos menores, espalhados pelo Atlântico, Mediterrâneo e Árctico. O continente europeu, que durante as Grandes Navegações foi chamado de Velho Mundo, estende-se quase que inteiramente na zona temperada, acima de 35º de latitude norte, com apenas uma estreita faixa até ao círculo polar Árctico. Devido ao seu litoral muito recortado, a influência oceânica é grande, e as temperaturas são geralmente amenas, com precipitações que oscilam entre 500 e

1 000 mm

anuais. Alternam-se no seu relevo extensas planícies, maciços Pré-câmbricos ou Paleozóicos. Quase toda a totalidade do continente inclui-se no mundo desenvolvido. A agricultura, mecanizada, emprega em média apenas 10% da população economicamente activa, enquanto um terço desta é ocupado na indústria e a maior parte é absorvida pelo sector terciário. A União Europeia (UE), compreendendo 27 estados membros, é a maior e mais importante entidade política, económica e cultural do mundo. A UE é também a maior economia mundial com um PIB que ultrapassa largamente os Estados Unidos.

Bibliografia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Europa

Grupo 05: Inês Dinis nº9; Ivo Romeiro Nº10; Telma Santos nº17   8ºA

Posté par CerdeiraAP à 11:55 - - Commentaires [0] - Permalien [#]

“ Todos diferentes todos iguais”

clip_image003

         Todos nós temos os mesmos direitos e os mesmos deveres, embora sejamos todos diferentes.

     No mundo há diversos costumes, línguas, religiões, climas, festividades, vestuários, gastronomia, tipos de habitações, entre outros e todos eles devem ser respeitados.

            

         Vejamos agora o caso particular dos tipos de habitações:

         

         - Em algumas regiões de Africa, como no norte do Gana, as casa são construídas em adobe com paredes grossas para manterem o interior fresco.

         - Nas regiões de Invernos rigorosos com queda de neve, como é o caso da Suiça, os telhados das casas são muitos inclinados para que a neve não fique depositada.

         - No sul da Europa, como no Alentejo e no Algarve, em Portugal, e na Grécia, as casa são pintadas de branco para não reterem o calor.

         - Os povos do deserto, como os beduínos (deserto Arábico) e tuaregues (deserto do Sara), vivem em tendas abertas para facilitar a circulação de ar.

         -No Canadá, na cidade de Montreal, devido às temperaturas muito baixas foi construída uma cidade subterrânea, para as pessoas evitarem o frio do exterior.

         - O iglu é um abrigo de feito de neve utilizado por seres humanos que habitam em zonas de frio extremo, como o Árctico.

Grupo 2:

Ana Catarina, nº3;

Ana Cristina, nº4;

Mariana Tomás, nº14;

Posté par CerdeiraAP à 11:50 - - Commentaires [0] - Permalien [#]

clip_image002

A Suiça

A Suíça, oficialmente Confederação Suíça ou Confederação Helvética, é um pequeno estado federal localizado no centro da Europa. Possui uma área de 41 300 km², dos quais 1 289 são cobertos por lagos.

O país faz fronteira a Norte com a Alemanha, a Leste com a Áustria e o Liechtenstein, a Sul com a Itália e a Oeste com a França. A Suíça conta com 7 427 000 habitantes resultando numa densidade populacional de 176 habitantes por quilómetro quadrado. A capital administrativa é Berna. Outras cidades importantes são Zurique, Genebra, Lausanne e Basileia.

A Suíça é uma das economias mais ricas do mundo e é sede de inúmeros bancos privados e de organizações internacionais. A sua história é marcada pela sua neutralidade política perante as outras nações e representa um marco de liberdade e de democracia para o mundo inteiro.

A cultura do país é sobretudo marcada pela diversidade linguística mas bem divididas entre elas apesar das características do povo suíço serem mais homogéneas. Trata-se de uma população activa quer nível desportivo quer a nível cultural e político.

Gastronomia

A raclette é um prato típico suíço.

A gastronomia típica helvética é claramente feita à base de leite. Os suíços, juntamente com os franceses, produzem queijo para a raclette que é derretida e servida com batatas cozidas e pickles. Além do queijo, o chocolate também é muito famoso no país e além mundo. A empresa Nestlé, sediada em Vevey (Vaud), produz chocolate suíço para ser comercializado em todo o Mundo. Na parte alemã é comum encontrar o rösti que é feito de batatas finas fritas misturadas com manteiga podendo juntar bacon, cebolas, entre outros ingredientes. Também é comum encontrar pratos feitos a partir de castanhas sobretudo nas zonas montanhosas (Valais e Tessino).

Os vinhos suíços não são muito famosos no Mundo pois a produção vinhateira na Suíça é muito reduzida apesar da tecnologia usada no processo de obtenção. A cidra de maçã, o absinto de Jura e a Rivella são outras bebidas famosas.

Tortas e quiches também são tradicionalmente encontrados na Suíça. Em particular, as tortas são feitas de todos os modos, desde maçã à cebola. Outro prato típico é os cervelats, linguiça suíça feita especialmente no país e no sul da Alemanha. Na Suíça, a culinária é influenciada pelas outras culturas adjacentes como a francesa, alemã e italiana.

Grupo: Ana Rosa; Bruno e Marina.

Bibliografia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Su%C3%AD%C3%A7a#Gastronomia

Posté par CerdeiraAP à 11:47 - - Commentaires [0] - Permalien [#]