clip_image002

                              Pop art & Andy Warhol

Pop Art, movimento que usava figuras e ícones populares como tema de suas pinturas.

Com o objectivo da crítica irónica do bombardeamento da sociedade pelos objectos de consumo, ela operava com signos estéticos massificados da publicidade e do consumo, usando como materiais principais, tinta acrílica, poliéster, látex, produtos com cores intensas, brilhantes e vibrantes, reproduzindo objectos do quotidiano em tamanho consideravelmente grande, transformando o real em hiper-real.

Andy Warhol (aqui fotografado em 1977) foi uma das figuras centrais da Pop Art nos E.U.A.

Como muitos outros artistas da Pop Art, Andy Warhol criou obras em cima de mitos. Mas ele foi muito além disso: ele realmente criou mitos. Como o exemplo de que Warhol talvez tenha contribuído mais para o mito de Marilyn Monroe do que Hollywood e as revistas populares juntos. Ao retratar ídolos da música popular e do cinema, como Elvis Presley, Liz Taylor, Marlon Brando e, sua favorita, Marilyn Monroe, Warhol mostrava o quanto personalidades públicas são figuras impessoais e vazias; mostrava isso associando a técnica com que reproduzia estes retratos, numa produção mecânica ao invés do trabalho manual. Da mesma forma, utilizou a técnica da serigrafia para representar a impessoalidade do objecto produzido em massa para o consumo, como as garrafas de Coca-cola e as latas de sopa “Campbell”.

Bibliografia:

http://www.cvm.qc.ca/mboudreault/Images%20Jpeg/Andy%20Warhol,%20%20Marilyn.jpg

http://pt.wikipedia.org/wiki/Pop_art

Grupo 06:

Joana Laires, Nº11

Madalena Santos, Nº12

Teresa Sanches, Nº18