As aparições de Nossa Senhora de Fátima

clip_image002

            A 13 de Maio de 1917, três crianças apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Fátima. Chamavam-se Lúcia, de 10 anos; Francisco, de 9 anos e Jacinta, de 7 anos.

            Por volta do meio-dia, depois de rezarem o terço, entretinham-se a construir uma pequena casa de pedras soltas, no local onde hoje se encontra a Basílica. De repente, viram uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas viram em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma "Senhora mais brilhante que o sol", com um terço nas mãos.

            A Senhora disse aos três pastorinhos que era necessário rezar muito e convidou-os a voltarem à Cova da Iria durante mais cinco meses consecutivos, no dia 13 e àquela hora. As crianças assim fizeram. A 19 de Agosto, a aparição deu-se no sítio dos Valinhos, porque, no dia 13, as crianças tinham sido levadas pelo Administrador do Concelho, para Vila Nova de Ourém.

            Na última aparição, a 13 de Outubro, estando presentes cerca de 70.000 pessoas, a Senhora disse-lhes que era a "Senhora do Rosário" e que fizessem ali uma capela em Sua honra. Depois da aparição, todos os presentes observaram o milagre prometido às três crianças em Julho e Setembro: o sol girava sobre si mesmo como uma roda de fogo.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_de_F%C3%A1tima

http://www.santuario-fatima.pt/portal/index.php?id=2634

Grupo 2:

Ana Catarina, nº 3;

Ana Cristina, nº4;

Mariana Tomás, nº 14.