clip_image002

Cristianismo

O cristianismo é uma religião monoteísta baseada na vida e nos ensinamentos de Jesus, tais como estes se encontram recolhidos nos Evangelhos, parte integrante do Novo Testamento. Os cristãos acreditam que Jesus é o Messias e como tal referem-se a ele como Jesus Cristo. A Igreja Cristã divide-se em três ramos:

Católica: Na Igreja Católica, além do essencial da fé cristã, aceita-se o culto da Virgem Maria (ou Nossa Senhora), a mãe de Jesus, e o culto dos santos. A hierarquia é basicamente constituída por diáconos, padres, bispos e Papa.

Protestante: Nascem da rotura provocada pela exclusão de Lutero, depois de este monge alemão ter fixado, em 1517, as suas “95 teses contra as indulgências”. Lutero foi depois seguido por outros nomes que hoje também são referência do protestantismo: Calvino e Henrique VIII.

Recusam a autoridade do Papa, o culto dos santos e da Virgem Maria, e vêem os sacramentos de um modo mais desvalorizado do que os católicos (Baptismo e Eucaristia).

A estrutura destas Igrejas quase não tem hierarquia: esta resume-se pouco mais que ao pastor ou presbítero (equivalente ao padre, mas que pode casar) e, às vezes, ao bispo (também pode casar).

Ortodoxa: Os ortodoxos acreditam no mesmo Deus dos católicos e dos protestantes, estando muito próximos dos católicos. Acreditam que devemos aproximarmo-nos de Deus através da oração, a sós, ou em grandes cerimónias. Não reconhecem a autoridade do Papa mas têm uma estrutura doutrinal e hierárquica semelhante à católica: culto dos santos, devoção à Virgem Maria, eucaristia; as imagens em pedra não existem na Igreja Ortodoxa, sendo "substituídas" pelos ícones (imagens esculpidas ou pintadas). Os diáconos e os padres podem casar-se antes da ordenação, os bispos têm que ser celibatários (são escolhidos entre os monges).

Bibliografia:

http://espacocienciaespiritualidade.blogs.sapo.pt/3432.html

Grupo 4: Débora, Diana, Mónica.